Desonestidade intelectual

Desconfie de quem não tem a ousadia de expor o que pensa.

O pensamento é livre, mas a responsabilidade de repartirmos o que pensamos é algo inerente à verdadeira amizade. Parábolas são contadas a estranhos. Aos amigos, devemos tudo.

Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer. (João 15:15) 

O ministério pastoral exige transparência em diversos aspectos. Não confie em quem esconde seus problemas emocionais, conjugais e financeiros. Não confie em quem fica em cima do muro e se abstém de dizer o que pensa. Quem considera este um fardo pesado demais, deve procurar outra carreira.

Senso de preservação é desonestidade intelectual. Não é prudente seguir o ensino de quem se abstém de dizer claramente o que crê. Acabará se decepcionando mais cedo ou mais tarde.

Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo? (Amós 3:3)

A ditadura do politicamente correto é o câncer do pensamento. Se o sacrifício vicário de Cristo não foi suficiente para lhe trazer liberdade, então o “evangelho” que aprendeu não transformou nada que qualquer outra experiência religiosa poderia também ter feito.

Por Ariovaldo Jr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *